sexta-feira, 21 de março de 2014

Construção de drenagens

Durante os Invernos mais chuvosos e até mesmo durante o Verão, algumas zonas do campo tendem a encharcar. Essas zonas acabam por se tornar impraticáveis para os jogadores e por colocar algumas dificuldades no set-up do campo. As situações mais graves foram identificadas e alvo de melhorias, com a construção de drenagens. Com a instalação dessas linhas de drenagem, iremos melhorar as condições de jogo do campo de forma a satisfazer os nossos jogadores.

Uma das situações mais graves e que optámos por dar prioridade foi no Fairway 14. Começámos por abrir as valas, valas essas com cerca de 50 cm de profundidade. Optou-se pela abertura de uma vala principal junto ao Rough com 5 ramificações para o Fairway, espaçadas 5 metros entre si. Após a abertura das valas foi colocado um tubo de drenagem (perfurado) de 90mm de diâmetro. O tubo foi ligado ao sistema de drenagem já existente, de forma a escoar o excesso de água. 
Aspecto da vala com o tubo de drenagem
Após a colocação do tubo, encheu-se uma parte da vala com brita. Neste caso e visto ser uma zona que encharca bastante, optou-se por colocar uma camada maior de brita, cerca de 30 cm. Depois de colocada a brita, encheu-se a vala com a areia, quase até à superfície do solo. Deixou-se uma ligeira margem entre a areia e a superfície do solo para a colocação do tapete de relva. Após a colocação da areia, regou-se as valas de forma a compactar o máximo possível antes da colocação do tapete e evitar abatimentos.
Vala já preenchida com areia
A zona trabalhada permaneceu fechada durante 3 semanas, de forma a evitar estragos. Para além do Fairway 14 foram feitas mais algumas drenagens, mas mesmo assim ainda restam algumas zonas que necessitam de intervenção.

Aspecto final do trabalho

Sem comentários:

Publicar um comentário