quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Construção de Caminhos com alvéolos


No buraco 17 do Vale da Pinta utilizaram-se alvéolos, como "alternativa" ao betão para passagem de jogadores com trolleys. Era uma zona muito desgastada, devido ao tráfego.

Para tal, abriu-se uma caixa com cerca de 0,2 m de profundidade e 2,0 m de largura, e preencheu-se com 15 cm de um elemento drenante (gravilha 1). De seguida nivelou-se e compactou-se com uma placa vibratória. Cobriu-se com geotextil, areia e fixaram-se as placas (foto 1).

Na (foto 2) pode ver-se os alvéolos já preenchidos com semente de Lolium perenne e areia.

O objectivo é termos relva a crescer por entre os espaços alveolares, sem que ocorra o normal desgaste dessas zonas. 
Preparação do terreno

Resultado final

Sem comentários:

Publicar um comentário